Monthly Archives: agosto 2015

//agosto

A importância do projeto Falando Direito

A importância do projeto “Falando Direito” está na sua proposta de transformação não apenas em matéria de educação, é também uma transformação cultural que envolve a verdadeira conquista da cidadania por aqueles que ainda não a exerce por completo, por uma razão que é simples e ao mesmo tempo fundamental, o desconhecimento dos básicos direitos que temos como participantes de uma sociedade que se pretende ser igual, livre e justa. A emancipação que a educação sobre os nossos direitos promove é

A Contribuição segundo seu Idealizador

O “Falando Direito” vem para contribuir com uma sociedade protagonista da efetivação do direito a ter direitos. Essa ideia passa a ser sedimentada quando ponderamos sobre a importância do cidadão que, a partir dos 16 anos, tendo em mãos o seu título de eleitor, fiscaliza os atos da gestão pública, podendo atuar de modo diligente e mudar o rumo de atuação da Administração Pública na sua comunidade. Existe um complexo de situações que qualquer pessoa está submetida, mas que a maioria não

Vim, Vi e Venci!

Por que motivo educar em direitos e deveres jovens estudantes carentes? Por qual razão oferecer conhecimento jurídico aos professores da rede pública? O que justifica inserir informação inédita e diferenciada no âmbito familiar? O educador diz: “Veja!” e, ao falar, aponta. O sujeito olha na direção apontada e vê o que nunca viu. Seu mundo se expande. Parafraseando Rubem Alves, percebo que a primeira tarefa do ‘Falando Direito’ é ensinar o jovem a ver, não apenas ler ou ouvir o que nunca

O pilar de sustentação de uma sociedade igualitária

“A educação assegura a formação e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano. É o pilar de sustentação de uma sociedade igualitária, justa e consciente de seus direitos e deveres. Assim, é obrigação de todos e, principalmente, das instituições públicas contribuir para que seja vivida por todos os cidadãos brasileiros de modo a lhes conferir a efetiva dignidade. E esse é o intuito do “Falando Direito”. Por meio de seus idealizadores e cooperadores, o projeto quebrará barreiras, ao

Importância da Família e da Convivência para o Projeto

A família é a responsável pelo início da formação do ser humano, processo cujo objetivo é fazer da criança um ser civilizado, responsável, solidário, bem como preparado para a convivência social e as intempéries da vida. Em continuidade a tal processo, a escola participa ativamente, transmitindo conhecimento científico, muito embora deva ir além, chamando para si a responsabilidade de preparar o aluno para o exercício da cidadania. Essa jornada, como bem sabemos, não é tarefa das mais fáceis. Não raras vezes,

O Projeto “Falando Direito” é mais que um curso regular é partilhar de conhecimentos

O Projeto “Falando Direito” é mais que um curso regular é partilhar de conhecimentos que tem por objetivo educar, no sentido amplo da palavra, objetiva oportunizar jovens , enquanto protagonistas, a elaboração de projetos pessoais comprometidos com a nação. O projeto é muito importante dada a grandeza de sua proposta, a educação em direitos pode gerar transformações morais, culturais, pessoais e sociais capazes de contribuir para o futuro exitoso dos jovens participantes , mais que uma proposta de educação individual poderá

Um projeto Inovador

“O Projeto “Falando Direito” é inovador. Se não o for pelo seu conteúdo, é inovador pelo seu formato. Promover a educação em direitos num diálogo que envolve a capacitação de alunos, professores e pais permite a formação de cidadãos e de multiplicadores, promovendo o empoderamento e o resgate da cidadania de toda a comunidade envolvida com o projeto. A interação entre operadores do Direito com a população é uma oportunidade de promover a cidadania emancipatória. A mobilidade social que o projeto

O projeto dá acesso aos alunos da rede pública de ensino ao conhecimento jurídico

Conheci o Projeto “Falando Direito”, recentemente, através do Dr. Evenin que foi à nossa escola explicar os seus propósitos. O projeto é muito interessante na medida em que dá acesso aos alunos da rede pública de ensino ao conhecimento jurídico, que todo cidadão tem, não só o dever, mas, principalmente, o direito de conhecer. É muito importante a nível individual que nossos alunos aprendam, que passem em concursos, que façam faculdades de Direito, se assim for do interesse deles, mas a

O projeto “Falando Direito” vem concretizar o papel dos Defensores Públicos de forma democrática

“A educação, como direito humano, garantido pela Constituição nos seus artigos 205 a 214, é também definida como um dever da nação de proporcioná-la. Nesse sentido, a educação se configura como possibilidade de acesso real a todos os direitos, já que é um instrumento imprescindível para que o indivíduo possa reconhecer a si próprio como agente ativo na modificação da mentalidade de seu grupo, sendo protagonista na construção de uma democracia, exercendo sua real cidadania. Já o art. 134 da mesma

Pensar na sociedade é assegurar os direitos básicos

“Não é possível pensar na sociedade sem assegurar que as pessoas consigam exercitar seus direitos básicos. Educação em direitos nada mais faz que possibilitar a todos o acesso, ao menos mínimo, às coisas e aos bens disponíveis na coletividade. É uma ferramenta protetiva, na medida em que evita que as minorias, detentoras de condições financeiras dominantes, não esmaguem a grande massa de menos abastados. O projeto “Falando Direito” é inovador e, ao mesmo tempo, congrega a experiência de juristas preocupados