PROJETO FALANDO DIREITO REALIZA SEGUNDA AULA EM CÁCERES

Segunda aula do Projeto Falando Direito Cáceres ocorreu, no dia 13/9, na Escola Municipal Buriti, no Distrito de Vila Aparecida. A iniciativa é uma parceria entre Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE), o Instituto Brasileiro de Educação em Direitos e Fraternidade (IEDF), a Câmara Municipal e a prefeitura de Cáceres, e tem como objetivo levar noções de cidadania às crianças e adolescentes das regiões mais afastadas do perímetro urbano do município.

A aula foi ministrada pelo juiz títular da 1ª Vara Federal de Cáceres, Francisco Antonio Moura Júnior que debateu com os estudantes o tema “Cidadania na Prática: Desvendando o acesso ao Poder Judiciário”. Na ocasião, os meninas e meninas tiraram suas dúvidas em como exercer a cidadania de maneira plena, em mundo altamente digitalizado e com informações difusas. Ao todo, 45 estudantes participaram da aula.

O presidente da Câmara de Cáceres, vereador Luiz Landim, também esteve presente na aula. Na oportunidade, ele destacou o dever que os agentes públicos possuem, no sentido de facilitar o acesso ao conhecimento e a cidadania aos jovens. Esses meninos e meninas são o futuro de Cáceres. E o projeto Falando Direito vem ao encontro desses anseios”, destacou o parlamentar.

Além do vereador Landim e o juiz Moura, esteve presente no evento a professora Sebastiana Aparecida Souza Nunes, diretora da Escola Buriti.

IEDF

IEDF

Criado e editado pela equipe de marketing digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Categorias

  • Posts recentes

  • Comentários

  • Tags

  • IEDF

    IEDF

    Criado e editado pela equipe de marketing digital.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.